Coberturas do seguro auto… Começa a chover na capitais do País e os motoristas já passam a se preocupar com alagamentos e, em algumas regiões, com granizo também!

Será que você contratou coberturas para esse tipo de problema? Afinal, além do perigo, ninguém quer ter prejuízos em seu veículo.

Nos seguros de automóveis, geralmente ambos os casos estão previstos nas coberturas, mas, nunca é demais ficar atento a isso na contratação do serviço.

Sempre fique atento às coberturas do seguro 

Muitos não têm paciência de ler todas as cláusulas e coberturas quando contratam uma apólice de seguros. E é aí que podem surgir surpresas desagradáveis. 

Embora algumas coberturas sejam padrão, pode haver variação de uma coisa ou outra entre as propostas de cada seguradora.

O bom corretor de seguros é aquele que “veste a camisa” do cliente e busca oferecer o que é melhor para cada um, de acordo às suas necessidades.

Quem está na chuva, acaba se molhando 

 

cobertura seguro auto: granizo

Coberturas para alagamento e granizo

No caso específico das coberturas para alagamentos ou avarias causadas por chuva de granizos, se não estiver especificado em contrato, a seguradora pode criar empecilhos para liberar qualquer pagamento.

Por isto, nossa orientação sempre é que se  contrate um seguro para seu veículo e discuta sobre as coberturas com o corretor, peça informações e pormenores.

Na hora da utilização do seguro, os detalhes do contrato fazem enorme diferença.

É o que pode ocorrer em se tratando de granizo.

Apesar de não ser um fenômeno frequente, nem passa na mente de qualquer um no momento de assinar um contrato de seguros, mas, se ocorrer, faz grandes estragos em qualquer automóvel.

Estando em contrato, o motorista pode ficar despreocupado ao deixar seu veículo nas ruas em dias de chuvas fortes.

Atenção redobrada para evitar danos

Quanto aos alagamentos, vale esclarecer que, mesmo estando inclusos na apólice, caso dê sinistro, a seguradora irá avaliar a conduta do motorista e todo o contexto, localização, para liberar o pagamento dos reparos.

Por esta razão, e pela segurança, obviamente, redobre a atenção em dias de muita chuva!

A orientação é de que o dirigir em áreas alagadas, o carro deve ficar em marcha reduzida, com uma aceleração constante e velocidade média.

Não se deve acelerar rápido a ponto de espirrar água, mas o suficiente para formar uma pequena movimentação na água à frente do para-choque.

Não acione a embreagem e não troque de marchas durante o trajeto, apenas ao chegar em um local seco e seguro.

Em caso de dúvidas, nossa equipe está à disposição para esclarecimentos sobre este e outros assuntos referentes a seguros.