Se você respondeu “não” conhecer detalhes do seguro de vida ou do serviço para proteger sua renda familiar,  saiba que você não é o único. 

Os brasileiros ainda têm pouco conhecimento sobre os instrumentos existentes para proteção da renda familiar da família e pessoal.

Este foi o resultado de pesquisa Agile Protection, realizada pela seguradora Zurich em parceria com a Universidade de Oxford. 

Seguro de vida

Seguro de vida é instrumento de proteção da renda familiar

Seguro de vida: quase 90% não tem

Apenas 10% das mulheres e 15% dos homens consultados afirmaram ter familiaridade com o seguro de vida.

 O seguro para proteção de renda também só é conhecido por 10% das mulheres e 14% dos homens.

Na mostra analisada por gênero, a maioria das mulheres (90%) e dos homens (88%) disse não ter um seguro de vida ou um seguro de proteção de renda. 

Na análise por faixa etária: 

  • 91% dos participantes com idade entre 40 e 54 anos, e 90% daqueles de 30 a 39 anos e 55 anos ou mais não têm nenhum dos dois seguros.

Entre os jovens millenials de 20 a 29 anos, também é baixa a penetração do seguro de vida e do seguro de proteção de renda: 84% não os têm. 

O índice de conhecimento e de aquisição de seguros ainda é baixo entre os consumidores brasileiros.

Segundo Edson Franco, CEO da Zurich no Brasil, o desafio é informá-los sobre a importância de uma proteção para a renda familiar.

Previdência privada: sabem o que é mas poucos têm

Em relação aos planos de previdência privada, o conhecimento é maior em comparação à familiaridade com os seguros: 40% dos homens e 25% das mulheres participantes da pesquisa.

 Mesmo sendo mais conhecido, apenas 6,17% da população brasileira e 14,8% do total de pessoas com alguma ocupação no mercado de trabalho têm um plano de previdência para constituir uma reserva de longo prazo.

Acompanhe nosso Blog pois falaremos mais destes tipos de seguros e de sua importância.