Cresce o Numero de sinistros em 2014

O índice de sinistralidade (diferença entre as receitas apuradas com seguros e as indenizações pagas) das quatro maiores seguradoras do País apresentou pequena alta no primeiro trimestre. Normalmente o índice é puxado por duas carteiras específicas: automóvel e saúde.

O índice da Bradesco Seguros fechou o trimestre em 70,1%, aumento de 0,5 ponto percentual comparado com o mesmo trimestre de 2013. No entanto, comparado com o quarto trimestre do ano passado, o índice tem uma queda de 1,0 ponto. “Isso contribuiu para o crescimento do lucro líquido do Grupo Segurador, que evoluiu 11,8%, quando comparado ao mesmo período do ano passado”, comenta o presidente da Bradesco Seguros, Marco Antônio Rossi.

Apesar de menor, o índice de sinistralidade da Porto Seguro também teve um aumento de 2,3 pontos percentuais, fechando março deste ano em 58,2%.

A SulAmérica Seguros, nesse trimestre, apresentou um índice geral de sinistralidade de 77,5%, acima do comentado por Cordeiro Filho, no entanto, ele apresenta queda de 0,4 ponto percentual em um ano. Mais uma vez o índice é puxado pela carteira de automóveis e saúde e odontologia.

Já a BB Seguridade foi a que apresentou menor índice das demais seguradoras, com 53,3%. No entanto, foi a que apresentou maior aumento. Foram 18,9 pontos percentuais comparados com o mesmo trimestre de 2013. Segundo relatório apresentado pela seguradora, o volume de indenizações foi impulsionado principalmente pelo segmento rural, que sofreu bastante com a seca no começo de 2014.

Reader Interactions