Para alugar uma casa ou apartamento é preciso dar segurança ao locador do imóvel. O caução de aluguel é uma opção fácil para quem não consegue se encaixar nas outras formas existentes, principalmente para quem mudou de cidade.

Segundo a Lei do Inquilinato, é o proprietário do imóvel quem define a modalidade de garantia locatícia e não o inquilino. As outras formas de garantia são, seguro de fiança locatícia e cessão fiduciária de quotas de fundo de investimento. Sendo assim, depende muito da modalidade que o proprietário do imóvel pede na locação, pois cada uma delas têm diferentes exigências. Um contrato de aluguel só pode ser formalizado usando apenas uma forma de garantia locatícia.

Alugando com caução de aluguel

O Caução de Aluguel exige um valor do inquilino já na assinatura do contrato. Portanto o futuro inquilino do imóvel geralmente faz um depositar em uma poupança o correspondente a três aluguéis. Esse dinheiro é uma segurança para o proprietário caso aconteça problemas de pagamento, por exemplo.

Quando o caução de aluguel é devolvido?

Antes de qualquer cisa é importante entender que o caução de aluguel só deve ser depositado após a assinatura do contrato de aluguel. O ideal é que a poupança seja conjunta no nome do locador e do locatário. Com isso, todo movimento financeiro feito tem que ser comunicado oficialmente. O Caução de Aluguel é devolvido no final do contrato, o dinheiro depositado pelo inquilino é devolvido com a correção da poupança de todo o tempo que esteve depositado.

Existe ainda outra forma de devolução do caução de aluguel. Em alguns contratos, é firmado o acordo de que esse valor pagará os três últimos meses de aluguel. Nesse caso, o inquilino não recebe o dinheiro de volta, em compensação não vai precisar se preocupar com o final do período de aluguel. Em caso de renovação, o dinheiro continua na poupança até que o contrato termine.

Veja também:
Entenda quando o seguro fiança é devolvido?

Porque o seguro fiança é melhor do que o caução de aluguel

Caução de Aluguel
Caução de Aluguel

O seguro fiança locatícia tem se tornado uma alternativa mais rápida comparado com o caução de aluguel, ele pode facilitar os processos que envolvem a assinatura de um contrato de aluguel. Tanto para locação residencial ou comercial.

  1. Qual a vigência do seguro fiança?

O seguro é contratado através de uma apólice em uma seguradora, sua vigência é de 12 meses e a sua renovação deve ser automática.

  1. Qual o valor do seguro fiança aluguel?

O valor do seguro fiança vai de acordo com a cobertura contratada e geralmente é de uma vez e meio o valor do aluguel. Por exemplo, um aluguel de R$ 1000,00 o valor do seguro fiança será de R$ 1300.00). As seguradoras geralmente parcelam este valor em 12 vezes.

  1. Vantagens do seguro fiança locatícia

Com ele, o inquilino tem menos dificuldades para alugar um imóvel, pois já não tem aquela velha preocupação de encontrar um fiador. Além disso, não precisa fazer um depósito caução de aluguel para possíveis danos e prejuízos que possam acontecer no imóvel durante a locação. Com o seguro fiança tanto a imobiliária quanto o locador estão segurados para uma possível inadimplência ou danos causados pelo inquilino no imóvel.

Uma das vantagens é a assistência 24h destinada a reparos emergenciais que abrangem reparos hidráulicos, reparos elétricos, serviço de chaveiro, reparos no gás, e muito mais. Para solicitar qualquer um destes serviços basta entrar em contato com a seguradora.

  1. Coberturas

A cobertura básica é o pagamento do aluguel. Mas as apólices também podem contemplar outras taxas do bem que ficam sob responsabilidade do inquilino, como impostos e condomínio. Algumas seguradoras oferecem ressarcimento em caso de danos ao patrimônio, multa por rescisão contratual e até pagamentos de despesas em atraso, como água, luz, gás.

  1. Quais os documentos necessários para contratar esse seguro?

Quando o proprietário e o locatário do imóvel fazem a opção pelo seguro fiança, basta entregar os documentos necessários para a contratação do serviço com a seguradora. Em geral, a documentação solicitada ao inquilino costuma incluir:

  • Carteira de identidade e CPF;
  • Comprovante de renda;
  • Comprovação de endereço.

Agora você sabe o que é e como funciona o seguro fiança. Assim, pode analisar se essa é uma boa alternativa para os seus contratos de aluguel.

Por que contratar o Seguro fiança locatícia com a Jorge Couri Seguros

Faça uma cotação com a Jorge Couri Seguros agora mesmo. Somos uma das melhores e mais tradicionais corretora de seguros do Brasil e trabalhamos com as melhores seguradoras do mercado. Contamos com especialistas em seguros que vão oferecer o suporte necessário para que você entenda todas as particularidades do seguro fiança para aluguel.

Para cotar, clique no botão abaixo e preencha o nosso formulário online. Se preferir, ligue para o número 11 2081-7000 gratuitamente e fale com um de nossos consultores.

Cotar seguro fiança

Reader Interactions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Olá!

Como posso te ajudar?

×