Antes de entrarmos nos detalhes de quando o seguro fiança é devolvido, devemos primeiramente entender que o seguro fiança é uma garantia contratada pelo locatário para dar segurança ao proprietário do imóvel. Dessa forma, ele substitui outros tipos de garantia, como o caução ou o fiador.

A vigência do seguro depende de cada contrato. Ele pode durar por todo o período de locação mas, normalmente, é preciso renová-lo depois de determinado tempo.

O funcionamento dele é semelhante a outros tipos de seguro como o de veículos ou residenciais. O diferencial, nesse caso, é que, embora seja o inquilino a contratar o seguro, é o proprietário do imóvel que fica como segurado. Assim, ele é quem recebe as indenizações correspondentes à apólice.

A cobertura comum do seguro fiança está relacionada ao valor do aluguel e às taxas referentes a ele como a de condomínio e IPTU. Além disso, podem ser inseridas na apólice coberturas adicionais para impostos, contas de água ou luz, taxas jurídicas em ações de despejo, etc.

Continue a leitura para entender quando o seguro fiança é devolvido!

Veja também:
Como funciona o seguro de fiança locatícia para aluguel?
Caução de Aluguel: Saiba como funciona o depósito caução para aluguel

Entenda quando o seguro fiança é devolvido?

seguro fiança é devolvido
seguro fiança é devolvido

Para entender melhor quando o seguro fiança é devolvido separamos duas duvidas frequentes sobre esse assunto.

  1. O seguro fiança é devolvido caso haja a quebra contratual da locação?

    SIM. Por exemplo, se o inquilino fez o seguro fiança para os 30 meses de locação ficou no imóvel apenas 8 meses, como ocorre no seguro automóvel, será feito um endosse de cancelamento e o locatário receberá um reembolso dos meses faltantes que já tenha pago antecipadamente.

  2. O seguro fiança é devolvido no final do contrato de locação?

    NÂO. Por exemplo, se o inquilino permaneceu no imóvel locado durante todo o período do contrato de locação, mesmo pagando seus aluguéis em dia, o locatário não terá direito ao reembolso, pois, ficou garantido pela seguradora durante toda vigência do contrato.

Qual o valor do seguro fiança para aluguel?

Geralmente o valor do Seguro Fiança para aluguel gira em torno de 1 aluguel a 1 aluguel e meio. Por exemplo, um aluguel de R$ 1.000,00 o seguro deve ficar entre R$ 1.000,00 a R$ 1.500,00 por ano. No entanto, existem outros fatores que podem ser agregados, como taxa de condomínio, IPTU, contas de água, luz, etc.

Coberturas do Fiança para aluguel

A cobertura básica do seguro está relacionada ao valor do aluguel e às taxas referentes a ele (como a de condomínio, por exemplo, e IPTU). Além disso, podem ser inseridas na apólice coberturas adicionais para impostos, contas de água ou luz, taxas jurídicas em ações de despejo, etc.

Algumas seguradoras também oferecem serviços gratuito de assistência 24h, como eletricista, encanador, reparo máquina de lavar roupa, reparos de fogão, cook top, forno, entre outros vantagens para o inquilino.

Documentos necessários para a contratação do seguro fiança aluguel

Em geral, a documentação solicitada pela seguradora ao inquilino costuma incluir:

  • Pessoa física: CPF e RG ou CNH, Comprovante de Renda e Comprovante de Residência.
  • Pessoa jurídica: CNPJ, CPF e RG ou CNH dos sócios, Imposto de Renda e extratos bancários dos últimos 3 meses.

É possível contratar o seguro fiança com restrição no CPF

Existem algumas condições por parte das seguradora que devem estar em dia antes de assinar o contrato, uma delas é a situação frente ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Serasa. Assim sendo, os interessados em alugar um imóvel, seja ele qual for, residencial ou comercial, não podem possuir restrições nos órgãos de proteção ao crédito, como por exemplo, o SPC e Serasa; além de não terem sido réus em ações de despejo e/ou cobranças e execuções, principalmente àquelas relacionadas a locação de imóveis.

Entretanto, se há o interesse em contratar e existe restrição no SPC, faça uma cotação e converse com um de nossos especialistas e entenda melhor quais procedimentos devem ser feitos para conseguir contratar esse seguro e consequentemente ter aprovado a solicitação do aluguel. Até porque algumas seguradora são mais flexíveis do que outras, também existe outras opções de garantia como a cessão fiduciária de quotas de fundo de investimento.

Por que contratar o Seguro fiança locatícia com a Jorge Couri Seguros

Se conseguir um fiador é uma procedimento complicado, o que dirá se dispor de algum bem, como um automóvel, por exemplo, como garantia para conseguir finalizar o acordo. Inclusive, tendo problema com crédito, alguns bancos cancelam a concessão de cheques, o que torna a opção de cheque caução praticamente inválida.

Por isso, se você ainda não tem um Seguro Fiança, faça uma cotação com a Jorge Couri Seguros agora mesmo. Somos uma das melhores e mais tradicionais corretora de seguros do Brasil e trabalhamos com as melhores seguradoras do mercado. Contamos com especialistas em seguros que vão oferecer o suporte necessário para que você entenda todas as particularidades do seguro fiança para aluguel.

Para cotar, clique no botão abaixo e preencha o nosso formulário online. Se preferir, ligue para o número 11 2081-7000 gratuitamente e fale com um de nossos consultores.

Cotar seguro fiança

Reader Interactions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×

Olá!

Como posso te ajudar?

×