Roubos e furtos de carro aumentam no Brasil apesar de quarentena coronavirus

Mesmo com a menor circulação de automóveis, caminhões e motos com a quarentena devido ao coronavírus, o furto e o roubo de veículos não diminuiu no Brasil. Pelo contrário, de acordo com o Grupo Tracker – empresa de rastreamento e localização de veículos do Brasil – até aumentou.

O número vem das últimas duas semanas de março (15 a 28) em comparação às duas primeiras (1 a 14). Puxaram este número as ocorrências com carros, picapes e SUVs, que cresceram em 14,5%. Em contrapartida, o roubo de motocicletas caiu em 12,5% e de caminhões em 7,1% no mesmo período.

Não perca tempo e faça uma cotação com a Jorge Couri Seguros, uma das mais tradicionais corretora de seguro auto do Brasil. Cotamos seu seguro com mais de 14 seguradoras, que estão entre as principais do país. Para cotar, basta preencher o formulário ao lado ou ligue para
11 2081-7000 e fale diretamente com um consultor.

Segundo o coordenador do Comando de Operações, Vitor Correa, será possível nas próximas semanas avaliar se os criminosos estão mudando a forma de atuar, e cometendo mais delitos que envolvem cargas. Ele salienta que os números foram retirados de um período curto de tempo.

“Apesar da ligeira queda, só na sexta-feira passada (27/03) a nossa central recebeu cinco chamados de roubos e furtos de caminhões e carretas e conseguiu recuperar os cinco, evitando um prejuízo de mais de R$ 1 milhão”, disse.

Em São Paulo, as ocorrências com veículos pesados ficaram estabilizadas, já com carros, pick-ups e SUVs o crescimento foi de 28,8%. Entre as motos, o número caiu 25%.

Por outro lado, o Rio de Janeiro registrou queda 34,1% de furtos e roubos de carros, picapes e SUVs. O segmento de caminhões e motocicletas se manteve com o número de registros estabilizado.

Confira os números de roubos e furtos de carro:

  • Segmento / Nacional / São Paulo / Rio de Janeiro
  • Todos / +7,65% / +19,83% / -34,04%
  • Caminhão / -7,10% / 0,00% / 0,00%
  • Carros, picapes, SUV / +14,50% / +28,80% / -34,10%
  • Motocicleta / -12,50% / -25,00% / 0,00%

Fonte:uol.com.br

Reader Interactions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *